Qual a diferença entre o sangue que circula em seu corpo e as pessoas que circulam em uma cidades?

QUAL A DIFERENÇA ENTRE O SANGUE QUE CIRCULA EM SEU CORPO E AS PESSOAS QUE CIRCULAM EM UMA CIDADE?

 

Nossa!!! Nada a ver essa pergunta!!!!!

Errado, a função do sistema venoso para o corpo humano é a mesma desempenhada pelas ruas, estradas e demais meios de acesso nas cidades.

Se houver algum ponto de circulação obstruído todo o corpo irá sofrer. O que mantem ativa a cidade são as pessoas circulando, trabalhando, gerando bens e serviços, por isso a importância de existir um planejamento e a implantação de medidas que visem a melhoria continuada das estruturas de mobilidade de nossos centros urbanos.

 As cidades crescem a partir da abertura de novos bairros cada vez mais distantes dos locais de trabalho e lazer, geralmente mais centrais. Esse modelo de crescimento deixa as residências para as áreas mais distantes, ao mesmo tempo em que exige a construção de ruas e avenidas que conectem os novos bairros à cidade.

 O resultado desse crescimento é uma cidade cujos moradores têm que se deslocar distâncias muito grandes, gastando muito tempo nesse ir e vir, para viver o seu dia-a-dia.

 Para vencer as dificuldades desses deslocamentos, estudamos como melhorar o transporte coletivo, como garantir a circulação de veículos para evitar o trânsito congestionado, entre outros. Agora, olharmos não apenas para o transporte, mas para a mobilidade urbana como um todo.

 Para construir uma política de mobilidade urbana, precisamos olhar também para como as atividades estão localizadas no território. E olhar para como as cidades crescem, como as pessoas e mercadorias se deslocam nesse território. Dessa forma, estaremos pensando em quais serão as diretrizes e princípios que são importantes para que nossas cidades tenham uma boa mobilidade urbana, sustentável e socialmente includente.

 E você deve participar dessa construção!

www.unilideres.com

 

Deixe um Comentário

X